Angola, um País desigual com diferentes desigualdades Sociais

POR: DILSON MAJOR

A desigualdade social, é um problema presente em todos os países do mundo. Ela decorre da má distribuição da riqueza e, ademais, da falta de políticas de investimento na área social.

Dilson Major, Economista © Viva Portal

Surge essencialmente da falta de uma educação de qualidade, de melhores oportunidades no mercado de trabalho, negócios e também da dificuldade de acesso aos bens culturais e sociais da maior parte da população.

Em outras palavras, a maioria fica a mercê de uma minoria que detém os recursos, o que gera as desigualdades sociais.

Em Angola, a desigualdade social extrema surgiu com a chamada economia de mercado em 1992, que é o sistema económico que passa a perpetrar a ideia de acumulação de capital e de propriedade privada, que no entender do regime que governa, Seriam os governantes “árbitros” e jogadores ao mesmo tempo ” ou seja a economia de mercado só funcionou entre a elite governante, promovendo assim, a desigualdade social.

A economia de mercado incita o princípio da maior competição e o nível das pessoas baseados no capital e no consumo.

Infelizmente em Angola, a economia de mercado deu-nos a desigualdade social e o bloqueio de qualquer iniciativa privada, o que levou Angola ao pico da desigualdade social (não servidos e famintos).

A Desigualdade Social em Angola

Alguns dados estatísticos, apontam que o país nos últimos 16 anos de Paz, apresentou uma diminuição da pobreza, mas para o maior indicador que na minha opinião são os Cidadãos, esses dados não são reais, ainda é muito notório a extrema pobreza no nosso país e não é preciso ser governante ou doutor para ver, basta sairmos de casa à rua ou viajar no interior do país para perceber a gravidade social em que nos encontramos.

Causas da Desigualdade Social em Angola

As causas no contexto de Angola são:

Má distribuição da riqueza;

Má administração dos recursos;

Lógica do mercado capitalista (consumo, mais-valia=Acumulação do capital a favor do regime);

Falta de investimento nas áreas sociais, saúde e educação;

Falta de oportunidades de trabalho e abertura da Livre iniciativa e Concorrência do mercado;

Corrupção e Nepotismo.      

As Consequências da Desigualdade Social em Angola

Pobreza, miséria e favelização, como é o caso de Angola que tem uma estrutura arquitetónica de baiiros

Fome, desnutrição e mortalidade infantil, somos um dos piores no mundo

Aumento das taxas de desemprego

Diferentes classes sociais

Marginalização da sociedade, e de uma classe maioritariamente jovem

Atraso no progresso económico e falta de iniciativas inovadoras para diversificar os serviços e productos no mercado

Aumento dos índices de violência e criminalidade.                                             

Tipos de Desigualdades Sociais em Angola

Em Angola existem:

Desigualdade económica: desigualdade entre a distribuição da riqueza.

Desigualdade racial: desigualdade entre as raças: negro, branco e mulato.

Desigualdade regional: desigualdade entre regiões, comunas e cidades (ex: Luanda é melhor que o resto).

Desigualdade de gênero: desigualdade entre os sexos (homens e mulheres).

Na minha maneira de ver a desigualdade social em Angola, é que somos uma nação que precisa apostar fortemente no investimento social, porque o país é extremamente desigual com um índice de pobreza extrema e baixa qualidade de ensino e cultura.

Bem-haja!

Facebook Comments