FONTESábado
Diogo Vaz Guedes, ex-presidente da [email protected]

Novo Banco e BCP estão entre os principais credores de Diogo Vaz Guedes, que pede perdão de 67,2 milhões de euros.

O ex-presidente da Somague, Diogo Vaz Guedes, pediu o perdão de uma dívida superior a 67 milhões de euros no âmbito do processo de insolvência pessoal, cujo pedido deu entrada no tribunal no final do ano passado. Segundo o Correio da Manhã, entre os credores estão o Novo Banco e o BCP, sendo que ninguém se opôs ao pedido feito pelo antigo líder da construtora que lhe seja “concedida a exoneração do passivo restante”.

Segundo o relatório do Tribunal de Comércio de Sintra, o património de Vaz Guedes é constituído por apenas dois bens: a casa onde reside com a família na Quinta Patiño e um automóvel.

Facebook Comments