FONTEVIVA PORTAL
João Lourenço, Presidente da República de Angola [email protected]

Angola vai proceder em breve a abertura de um concurso público para a construção do Porto da Barra do Dande e respectiva base logística, segundo disse o Presidente da República, João Lourenço.

Citado pela Angop, realçou o pacote de empresas públicas a privatizar, incluindo algumas do sector petrolífero, banca, seguros, indústrias e fazendas agrícolas.

O Chefe de Estado angolano garantiu que está igualmente em aberto a concessão e exploração dos Caminhos-de-Ferro de Benguela (CFB).

De acordo com o PR trata-se de uma importante via de escoamento dos mineiros das vizinhas repúblicas da Zâmbia e Democrática do Congo, por via do Porto do Lobito, província de Benguela”, afirmou.

“Dispomos de outros minerais como ouro, cobre e metais raros por explorar, para os quais convidamos os investidores americanos”, disse.

Para João Lourenço o interesse de Angola se estende às parcerias público-privadas e aos “grandes projectos a realizar na modalidade Constrói, Open e Transfere (BOT)”.

Segundo o Presidente a ideia dos organizadores é catalizar a atracção de investimentos para Angola, poucos meses depois do país ter aprovado uma nova Lei da Concorrência e do Investimento Privado.

João Lourenço falava ontem, em Nova Iorque, durante o Fórum de Negócios Estados Unidos- Angola, numa iniciativa da Câmara do Comércio dos Estados Unidos, com a parceria da Amcham-Angola.

Na abertura do Fórum de Negócios Estados Unidos – Angola, João Lourenço manifestou particular interesse no investimento norte-americano na indústria do ferro, aço, agricultura e outros sectores.

Em Nova Iorque para participar e discursar na 73ª sessão da Assembleia Geral da ONU, João Lourenço deverá encontrar-se, à margem da reunião, com os homólogos do Quénia, Uhuru Kennyata, da Croácia, Kolinda Grabar-Kitarovic, e do Conselho de Estado de Cuba, Miguel Diaz Canel.

Facebook Comments