FONTEANGOP
Pelo menos 20 por cento dos indivíduos adultos em Angola são [email protected]

Pelo menos 20 por cento dos indivíduos adultos em Angola são hipertensos e a ideia que se tem é que mais de 50 por cento desconhecem o seu estado de saúde. Dados oficiais indicam que o país conta actualmente com cerca de 25 milhões de habitantes.

O presidente da Sociedade Angolana de Doenças Cardiovasculares, Mário Fernandes, que falava à Angop a propósito a comemoração do Dia Mundial do Coração, a assinalar-se dia 29 do corrente mês, disse  que as doenças do coração, entre elas infartos, cardiomiopatias, periocardites, constam entre as principais causas de mortalidade no mundo.

Explicou que o metabolismo aceita esforços adicionais porque recupera mais rapidamente e permite performances que, mais à frente, são mais difíceis de conseguir.

Quanto mais saudável for o estilo de vida da pessoa, adiantou, maior será a capacidade de prevenção das doenças que têm ceifado vidas, independente da condição social ou idade.

O especialista aconselha o consumo de  alguns alimentos como peixe, legumes, leite, ovos, carne, frutas, entre outros, que concorrem para o bem-estar físico e psicossocial do indivíduo, devendo-se evitar o uso desregrado do açúcar, sal, gorduras e o sedentarismo.

Mostrou-se preocupado com o facto de ser frequente o registo das doenças cardiovasculares na população jovem, sobretudo crianças e adolescentes, com índices muito elevados.

Facebook Comments