FONTENovo Jornal
@DR

A porta-voz da Direcção de Transição da Frente Nacional de Liberação de Angola (FNLA), Luciana Roberto, disse que a direcção de Lucas Ngonda tem mostrado alguma relutância quanto aos documentos remetidos pela Direcção de Transição, nos quais se pede que o ex-presidente daquela força política deixa de ter acesso às chaves da sede do partido.

“Tem sido evidente a relutância por parte da direcção de Ngonda sobre as entregas das chaves, mas garantimos que de qualquer forma ele vai entregar-nos as chaves para que nos próximos dias a nova administração comece a trabalhar na sede do partido”, declarou a porta-voz do partido dos “irmãos”.

Membros da direcção de Lucas Ngonda, segundo a responsável, informaram que não tem ordem de receber carta da nova administração, “por se tratar de uma organização ilegal”.

“Alguns membros de Direcção de Lucas Ngonda disseram-nos que não estão autorizados a receber qualquer documento proveniente da direcção de transição por entenderem que estamos a agir à margem da Lei. Ele terá de entregar as chaves, caso contrário vamos solicitar um encontro com o Tribunal Constitucional, no sentido de nos informar a posição de Lucas Ngonda em relação a essa questão”, avisou Lucinda Roberto.

O Novo Jornal tentou contactar a direcção de Lucas Ngonda, mas sem sucesso.

Facebook Comments