FONTEJornal de Angola
Leonardo Europeu Inocêncio, secretário de Estado da Saúde para a Área Hospitalar @DR

O novo secretário de Estado da Saúde para a Área Hospitalar, Leonardo Europeu Inocêncio, manifestou ontem inteira disponibilidade para contribuir na humanização dos serviços hospitalares e prestação de um atendimento adequado nas instituições sanitárias de todo o país.

Leonardo Inocêncio fez essa afirmação à imprensa, depois de lhe ter sido conferida a posse pelo Presidente da República, João Lourenço. Na mesma cerimónia, tomou igualmente posse o novo vice-governador da província do Huambo para o Sector Político, Económico e Social, José Cornélio.

O secretário de Estado, num gesto de reconhecimento, agradeceu pela confiança que lhe foi depositada pelo Presidente da República e pela ministra da Saúde e disse estar disponível para contribuir para um atendimento adequado e humanizado nas instituições sanitárias do país.

Na qualidade de coadjutor da ministra da Saúde, Leonardo Inocêncio prometeu estar sempre disponível para ajudar e “dar todo o seu máximo” em prol do aumento da qualidade dos serviços sanitários. “Não temos muitas palavras, mas os que conhecem um pouco das nossas qualidades sabem que somos de trabalhar primeiro e deixarmos que o trabalho fale por nós”, disse.

O secretário de Estado, que admitiu haver enormes desafios do segmento hospitalar no país, disse que o hospital é a organização mais complexa de todas as que existem, “porque nela convergem a fábrica, o hotel e a prestação de cuidados de saúde e outras acções em que o utente precisa de nós”.

Por isso, recomendou a cooperação de todos os directores das instituições sanitárias, hospitais municipais, centrais e nacionais.

Leonardo Inocêncio disse ser fundamental que haja cooperação entre todas estas instituições para que o atendimento a nível hospitalar seja adequado, seguro e, sobretudo, com humanização.

Sublinhou que não é por acaso que há, a nível do Ministério da Saúde, uma área de ética e humanização. Para o secretário de Estado, esta área deve constituir um dos focos do sector.

Facebook Comments