FONTEANGOP
Kyaku Kyadaff, músico Angolano @DR

O músico angolano Kyaku Kyadaff defendeu na madrugada deste sábado, em Luanda, a necessidade de mais autenticidade na promoção da cultura nacional, com destaque a música.

Falando à imprensa no final da gala de consagração do Top dos Mais Queridos 2018, o artista, que venceu o evento com a música “Mônica”  reafirmou a necessidade um trabalho conjunto para o reforço do processo de promoção da música angolana além-fronteiras.

De acordo com o artista, o processo deve contar com o apoio institucional do Executivo, por se tratar de uma acção que leva também o nome do país fora de portas.

Kyaku  Kyadaff  dedicou a  conquista aos seus fãs,  com realce para os naturais   da sua terra natal (província do  Zaíre).

“Estou  feliz pelo  prémio e homenageio todos os  naturais da província do Zaire, em   particular, e em geral os apreciadores da  música angolana”, frisou.
 
O segundo lugar do concurso foi ocupado pelo  jovem Gerilsom Israel, com a canção “ Minha  Bêbada“.
Matias Damásio ficou em terceiro lugar com o tema “Juro por tudo”.

O prémio da crítica coube a Anabela Aya pelo disco  “Kuameleli”.
O Top dos Mais Queridos é um evento anual promovido com o intuito de promover a música angolana e elevar a cultura e a arte.

Teve início em 1982, por impulso de um grupo de jovens radialistas munidos de um grande incentivo e motivação profissional na celebração do dia da Radiodifusão Nacional de Angola, a 5 de Outubro.

Facebook Comments