FONTEO País
@DR

A descoberta teve lugar no bloco petrolífero 15/06, perfurado pelo navio sonda Poseidon, e operado pela ENI, pela estatal Sonangol, a SSI Fifteen Limited.

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola- Sonangol avança, em comunicado, que a operadora italiana ENI fez uma nova descoberta de petróleo nos reservatórios do Mioceno Inferior, com a perfuração do poço de pesquisa Agogo-1 ST1, no Bloco 15/06, na Bacia Marítima do Baixo Congo, localizado a aproximadamente 180 quilómetros da costa da Província do Zaire e a cerca de 20 quilómetros do FPSO Ngoma. Os dados adquiridos durante a perfuração indicam um volume original de recursos estimados num intervalo de 450 a 650 milhões de barris de petróleo, prevendo- se uma capacidade de produção de mais de 20.000 barris de petróleo por dia.

O poço de pesquisa Agogo-1 ST1 (anteriormente designado por Prospecto W6) é a terceira descoberta da Extensão da Fase Subsequente de Exploração no Bloco 15/06, perfurado pelo navio sonda Poseidon, numa lâmina de água de 1.636 metros e atingiu a profundidade final de 4.450 metros, tendo encontrado um reservatório com excelentes propriedades petrofísicas.

A avaliação petrofísica preliminar dos reservatórios identificados confirma a presença de uma única coluna de cerca de 120 metros impregnados de petróleo leve (30º API). Refira-se que esta descoberta comercial surge no âmbito da campanha de exploração do consórcio do Bloco 15/06, lançada em 2018, seguida das já anunciadas descobertas dos poços Kalimba- 1 e Afoxé-1ST#1. Fazem parte do Grupo Empreiteiro do Bloco 15/06 a ENI, como Operadora, com uma participação de 36,8421%; a Sonangol P&P com 36,8421% e a SSI Fifteen Limited com 26,3158%.

Facebook Comments