FONTEVIVA PORTAL

A direcção do Kabuscorp do Palanca afirmou hoje, em Luanda, estar a cumprir com os pagamentos dos contratos firmados com o atleta Adawa, o técnico Romeu Filemon e o médico Caetano Maria, por isso acha desnecessária a penalização de que foi alvo, com a retirada de nove pontos no Girabola2018/19.

Em declarações hoje à imprensa, o presidente desta agremiação, Bento Kangamba, referiu ser do conhecimento do Conselho de Disciplina da FAF a forma como o clube está a saldar a dívida, isto é faseadamente, com base num acordo entre as partes.

“ Nos temos os comprovativos dos pagamentos e acreditamos que deverá haver uma falta de comunicação no seio da FAF”, sublinhou, acrescentando que, nos próximos dias, vão interpor um recurso ao Conselho de Disciplina da Federação Angolana de Futebol (FAF), no sentido de repor os pontos retirados.

O Conselho de Disciplina da FAF sancionou o Kabuscorp do Palanca com a retirada de nove pontos, por incumprimento dos contratos com o jogador Adawa, o médico Caetano Maria e o técnico Romeu Filemon. Com os pontos perdidos, os “ Palanquinos” desceram do quarto para a oitavo lugar, agora com 26 pontos.

A formação presidida por Bento Kangamba já havia perdido 12 pontos na temporada passada pelo mesmo motivo.   

Pela mesma razão,  ao FC Bravos do Maquis lhe foi retirado três pontos.

Facebook Comments