FONTEVIVA PORTAL
Foto: Libolo VS 1º de Agosto

O 1º de Agosto e o Interclube disputam, sexta-feira, a final da 35ª edição da Taça de Angola em basquetebol masculino, a partir das 18:00, no pavilhão Multiusos do Kilamba, em Luanda.

Será a terceira decisão entre ambos, numa partida que marcará o regresso da taça ao mais moderno pavilhão do país, com capacidade para 12.720 espectadores, depois da última final realizada, em 2017, nesta imponente infra-estrutura, ganha pelo Recreativo do Libolo (já extinto) ao Petro de Luanda.

Com histórico totalmente distinto a nível da competição, “militares” e “polícias”, que hoje à noite treinam no recinto do jogo, procuram dar tudo de si para conquistar a segunda maior competição da bola-ao-cesto em Angola, estando o D’Agosto em busca da 15º troféu e a formação afecta ao Ministério do Interior a primeira, visto ter fracassado nas finais de 2003, 2012 e 2017.

Aguarda-se por uma partida equilibrada, tendo em conta a boa campanha realizada por ambas no primeiro turno da época, onde os “rubro-negro” terminaram na liderança com 29 vitórias e 3 derrotas, em 32 jogos, e o Inter ficou na terceira posição com 22 vitórias e 10 derrotas em igual número de partidas.

A contrastar estará, por um lado, a maturidade do “veterano” grupo às ordens de Paulo Macedo e, por outro, a irreverente juventude orientada por Alberto de Carvalho “Ginguba”, dois conjuntos que normalmente “assentam” seu jogo no colectivismo, recorrendo ao lançamento exterior (triplo) como “arma” para o sucesso .

Armando Costa, Eduardo Mingas, Felizardo Ambrósio, Emanuel Quezada, Islando Manuel, Gildo Santos, Edson Ndoniema e companheiros têm, assim, a missão de provar, na quadra, o favoritismo teórico que se lhes é reservado pela trajectória na prova, em detrimento da “armada” constituída por Gerson Domingos, Paulo Barros, Egídio Ventura, Alexandre Jungo, Jonatão Jungo e companhia.

 Os bilhetes estão à venda no pavilhão Multiusos a 500 kwanzas para a bancada central e 1000 kz para camarotes, devendo as portas estarem abertas a partir das 15 horas, informou hoje à Angop o secretário-geral da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), Nelson Sardinha.

O 1º de Agosto é o detentor do troféu e maior vencedor, com 14 taças, seguido do Petro (12), Libolo (5), ASA (2), enquanto o extinto Dínamo de Angola tem uma.

Facebook Comments